RECOMENDAÇÕES SOBRE AMAMENTAÇÃO: SAIBA O QUE É MITO E O QUE É VERDADE NO UNIVERSO DO ALEITAMENTO

Logo após o nascimento de uma criança, é comum as mães começarem a se preocupar em como amamentar de maneira correta, visto que o universo do aleitamento é cercado de mitos e dúvidas.


"Vou sentir dor? Meu leite pode ser fraco para o bebê? Silicone nos seios atrapalha na produção de leite?"... são tantas considerações, que muitas vezes temos a impressão de que amamentar é muito mais complicado do que deveria.


Além disso, muitas mães estão mega acostumadas a receberem conselhos “de praxe” sobre a amamentação. O que acaba criando um círculo vicioso de informações (muitas vezes irrelevantes) que são repassadas erroneamente de geração em geração.


Mas, hoje trouxemos orientações atualizadas para as mamães que amamentam! Confira abaixo o que é mito e o que é verdade no universo do aleitamento materno.





É verdade que aumentar o consumo de líquidos aumenta também a produção de leite?


Mito. Aumentar o consumo de líquidos não aumenta a produção de leite, a não ser que a mãe esteja severamente desidratada. Beba água para satisfazer a sua sede! Não precisa se apegar a X litros de água por dia, desde que você tenha a água como bebida principal.

E lembre-se: não é recomendada a ingestão de bebidas com alto teor de açúcar devido ao seu baixo teor de micronutrientes. Portanto, prefira a água como a sua principal bebida! Mas sem pressões quantitativas em cima dela.


Existe leite fraco?


Mito. Cada mãe produz o leite adequado para as necessidades de seu bebê. Se a criança mama regularmente e está ganhando peso, a mãe pode ficar tranquila. O que acaba deixando-as muitas vezes inseguras, é que como o leite vai direto para a boca do bebê, não há como medir a quantia que ele consome.


No entanto, se o cocô e o xixi estão normais e a curva de crescimento está em dia, não há motivos para alardes! A produção está diretamente relacionada à sucção (que estimula as glândulas mamárias). Ou seja, quanto mais o bebê mama, mais leite a mãe produz.


Estresse e nervosismo podem atrapalhar na produção de leite?


Verdade. Infelizmente, as mães que estão passando por situa­ções de estresse ou muita tensão podem produzir uma quantidade anormal de adrenalina. Com isso há um bloqueio da oxitocina, um dos hormônios que influenciam na amamentação. Caso não seja possível mudar esse cenário, vale a pena consultar o pediatra sobre a possibilidade de usar uma complementação.


Leia mais: e quando a amamentação falha? De quem é a culpa?


Beber leite de vaca é necessário para aumentar a produção de leite materno?


Mas um mito daqueles estilo "minha vizinha me disse". Não é necessário beber leite de vaca para aumentar a produção de leite materno! Você pode consumir os nutrientes necessários em outros produtos lácteos que também terão alta biodisponibilidade de proteínas, cálcio e proteínas do complexo B.


Mamadeira e chupeta interferem na amamentação?


Verdade. O uso de bicos de chupetas e mamadeiras aumentam o risco de desmame, principalmente se dados precocemente. Além disso, o bebê rejeita o seio materno por fazer confusão de bico.


Amamentar dói?


Nem mito, nem verdade. Isso varia conforme a sensibilidade da mãe. É comum nos primeiros dias a mama ficar inchada ou dolorida. No entanto, fora desse período, normalmente a mulher não sente dor. Caso haja incômodo nos seios, é bom procurar orientação profissional porque provavelmente o bebê está fazendo uma pega incorreta, o que deve ser corrigido para acabar com a dor.


E lembre-se: sempre que tiver alguma dúvida, pergunte a uma consultora em aleitamento materno ou um profissional que apoie a amamentação. Tome cuidado com os sabichões de plantão!


Para mais informações sobre aleitamento materno e outros temas do universo materno-infantil, continue acompanhando o nosso blog.


#amamentação #aleitamento #mitosamamentação

10 visualizações

© 2020 | Virginia Ferreira Saúde da Mulher e Da Criança

(31) 9 9383-7758   |   contato@virginiaferreirasaude.com.br

Virginia Maia Ferreira Rodrigues

CNPJ: CNPJ 31.047.545/0001-87

Rua Germano Torres, 166 sala 602, Carmo Sion - Belo Horizonte, Minas Gerais 

Política de Entrega, Troca, Cancelamento, Devolução, Reembolso: 

*Os cursos serão realizados (entregues) mediante data previamente informada no campo de compras do site.
 

Aviso de desistência/ cancelamento com mais de 45 dias de antecedência do início do curso, devolução de 100% do valor pago.

• Aviso de desistência/ cancelamento com 15 a 45 dias de antecedência do início do curso, multa de 30% do valor integral do curso.

• Aviso de desistência/ cancelamento com 05 a 15 dias de antecedência do início do curso, multa de 50% do valor integral do curso.

• Aviso de desistência/ cancelamento com 01 a 05 dias de antecedência do início do curso ou não comparecimento, multa no valor integral do curso. Não há devolução de valores.


*Obs: Mudanças (trocas) de turma/curso são consideradas como desistência.