Pega correta: confira 5 dicas infalíveis para ter sucesso na amamentação

A amamentação é um dos momentos mais importantes para a mãe e o bebê. Mas, para que esse momento seja tranquilo, é essencial que você esteja preparada para ajudar o seu bebê com a pega correta, fator fundamental para o sucesso na amamentação.


Uma das maiores dificuldades é encontrar a pega correta. E pode acreditar, a pega correta vai muito além da tradicional boca de peixinho!


Muitas mães sentem dor até conseguirem encontrar a posição mais adequada para o bebê. Mas, é importante reforçar que a amamentação não deve ser um processo doloroso.


Para isso, a pega correta deve ser sempre na aréola, e não no bico do seio. A boca do bebê deve ficar bem aberta e encaixada na aréola, com os lábios para fora. Assim, ele conseguirá sugar o leite e você não sentirá dor.


Sinais que a pega não está correta


· Bebê fazendo muito barulho ao mamar (isso é sinal que ele está engolindo ar).

· Bochechas afundadas (como quando tomamos alguma bebida de canudinho).

· Queixo não toca a mama e o nariz está obstruído por ela.


Confira abaixo 5 dicas para facilitar esse processo.


1° Auréola e o mamilo devem estar sempre flexíveis

Como o bebê precisa abocanhar a maior parte da auréola e não apenas o mamilo, é importante que eles estejam macios e flexíveis para se adaptarem dentro da boca do bebê.


2° Massageie as mamas antes de oferecer ao bebê

É importante massagear as mamas e, se necessário, fazer uma extração manual para facilitar a pega do bebê.


3° Faça o movimento de prega e pinça com a mama

A prega e a pinça vão garantir que a maior parte da auréola entre na boca do bebê.


4° Alinhe o tronco do bebê

O tronco do bebê precisa estar alinhado para que ele consiga abocanhar adequadamente o seio e extrair o leite com conforto.


5° Sustente a mama durante a mamada

O maxilar do bebê (principalmente nos recém nascidos) ainda não possui tônus muscular para sustentar o peso da mama.


Isso pode fazer que o seio escorregue da boca do bebê e a pega seja perdida. Por isso, o ideal é sustentar a mama com a própria mão, ou com uma fraldinha enrolada e colocada abaixo do seio.


Não se esqueça de relaxar


Além desta atenção especial ao bebê, é preciso que a mãe também esteja em uma posição confortável para que não tenha câimbra no braço de 10 em 10 minutos, por exemplo.

Seja na poltrona, na cama, ou até mesmo em pé, antes de iniciar a amamentação, verifique o conforto e uma maneira que seu corpo não canse de ficar segurando o bebê.


Entender a aparência e a sensação de uma boa pega pode ser uma enorme ajuda para estabelecer a alimentação. Caso esteja tendo dificuldades neste processo, uma boa ideia buscar o maior apoio possível nos primeiros dias e semanas após o parto.


Procure um profissional especializado em suporte à amamentação para verificar a forma como seu bebê pega a mama. Acertar a pega da mama imediatamente pode evitar problemas no futuro!


#pegacorreta #amamentação

1,565 visualizações0 comentário