top of page

Falta de padronização gera desinformação!

Por que os profissionais e as maternidades estão tão despreparados para lidar com a amamentação?


Recebo diversos feedbacks de mães sobre a abordagem dos profissionais que atuam em maternidades.


Infelizmente, muitos desses relatos me deixaram apreensiva sobre a falta de atualização e padronização quando o assunto é amamentação!


Apesar de existirem diversas evidências científicas comprovadas sobre os benefícios do aleitamento, o que se vê muitas vezes é um show de informações conflitantes que confundem ainda mais a mãe recém parida.


E quando não são conflitantes, são totalmente erradas mesmo! Já cansei de ver mães mal orientadas e que achavam que não iam amamentar por causa do mamilo invertido.


Já escutei de mães com dificuldades que ao invés de ajuda, lhe foi ofertado a possibilidade de fórmula. Bico de silicone, frênulo mal avaliado, zero informação sobre a apojadura, enfim.


O que quero trazer aqui não é um julgamento, mas sim uma possibilidade de reflexão, pois a forma como essas mães são orientadas ainda na maternidade, pode ser decisivo para que a amamentação aconteça ou não.


Por isso, se você é profissional de saúde que trabalha diretamente com a assistência materno-infantil, lembre-se do peso dessa responsabilidade. Se for necessário, prepare-se melhor!


E você que é mãe, deixo também uma dica valiosa: não deixe algo tão valioso como a amamentação totalmente na mão de terceiros.


Prepare-se ainda na gestação para saber o que levar em consideração e o que não irá te agregar neste momento!


58 visualizações0 comentário
bottom of page