E quando a amamentação falha? De quem é a culpa?

Na maternidade existem uma série de decisões que não são fáceis. Mas, provavelmente nenhuma abala tanto o psicológico de uma mãe recém parida como o fato de falhar no ato de amamentar.


Cada mulher tem motivos particulares que as levam a optar pelo aleitamento materno ou pelo aleitamento artificial. Entretanto, é quase unanime o papel influenciador que este "sistema mecânico" exerce sobre a decisão dessa mãe, e vamos lhe explicar o porquê.




Quando a amamentação falha, é todo o sistema que falha!


Inevitavelmente, vivemos em uma sociedade onde o nascimento sofre um bruto processo de desnaturalização todos os dias. Seja a partir da cesária agendada, ou mesmo pela forma elitista em que o parto "humanizado" é tratado no Brasil. É como viver um roteiro pré-pronto da maternidade, onde infelizmente a amamentação também não se encaixa!


Por isso, quando uma mãe falha no ato de amamentar, consideramos que foi o sistema que falhou com ela! Foi a loja que a convenceu de comprar o kit de mamadeiras X.


Foi a publicidade que a convenceu de que aquela chupeta “imitava o seio”. Foi a blogueira que postou todos os bastidores do desmame e a convenceu de que o filho dela dormiu melhor à noite após o desmame noturno.


Foi o pediatra desatualizado que precisava realizar a sua consulta em 30 minutos e não teve tempo de avaliar a mamada de seu filho. Foi o seu trabalho que não te deu condições de pelo menos ordenhar o seu leite durante o dia numa sala tranquila e adequada.


Foi a maternidade que não te permitiu a hora de ouro, mesmo o seu bebê tendo nascido saudável. Foram as pessoas que não sabiam sobre exterogestação e te convenceram de que o choro do seu filho era de fome. Foi a comparação da sua vizinha com o filho dela que, na idade do seu, já pesava X quilos e o seu “tão magrinho”.


Enfim, poderíamos passar horas aqui listando o quanto o sistema falhou com essas mães, convencendo-as a tirar essa culpa de seus ombros. No final, elas só fizeram o que acreditavam ser o melhor para o seu bebê.


A sua amamentação importa


A amamentação continua a ser a melhor maneira de alimentar a criança nos primeiros meses de vida, sendo ideal para o crescimento saudável e para o seu desenvolvimento.

No entanto, seja ela uma amamentação em livre demanda por 24 meses como recomenda a OMS, seja uma amamentação de 5 anos ou, seja uma amamentação de 54 dias dentro da média nacional, a sua amamentação importa! Você e seu bebê importam!


Portanto, tire de suas costas uma culpa que não é sua!


#amamentação #amamentar


37 visualizações0 comentário