top of page

Dor mamilar e sua Influência na produção de leite materno

Desde os primórdios da maternidade, ouvimos que amamentar não deveria doer. No entanto, a experiência vivida por muitas mães está longe dessa idealização. 


Por isso, quero explorar com você leitora, como o desconforto da dor mamilar não apenas afeta a experiência da amamentação, mas também desempenha um papel crucial na produção de leite materno.


Dor mamilar e a diminuição da frequência das mamadas


A mensagem de que amamentar não deveria ser doloroso é amplamente divulgada e aceita. No entanto, a realidade é que para muitas mães, a dor mamilar é uma experiência comum e desafiadora nos primeiros dias ou semanas após o parto.


Estudos realizados por Coentro et al. (2022) destacam que mães que sofrem com dor mamilar tendem a diminuir a frequência das mamadas. Essa redução na frequência das mamadas pode ter um efeito cascata, afetando negativamente a produção de leite.


É importante ressaltar que a frequência das mamadas desempenha um papel fundamental na produção de leite materno. Quando a mãe reduz a frequência das mamadas devido à dor mamilar, pode ocorrer uma diminuição na produção de leite.



O impacto da dor mamilar no reflexo de ejeção do leite


Além da redução na frequência das mamadas, a dor mamilar pode ter um efeito direto no reflexo de ejeção do leite. Quando a mãe está experimentando dor, o sistema nervoso pode enviar sinais de estresse e desconforto que interferem no funcionamento do reflexo de ejeção. Esse bloqueio do reflexo de ejeção pode resultar em dificuldade para o leite fluir livremente dos ductos mamários para os mamilos.


Como consequência desse bloqueio, o leite pode se acumular nos alvéolos e ductos mamários, levando à distensão e desconforto no peito.


Além disso, o acúmulo de leite nas mamas pode levar a um feedback através do Fator Inibitório da Lactação (FIL), uma substância que regula a produção de leite e pode contribuir ainda mais para a redução na produção de leite.


Manejo adequado da dor mamilar para garantir a produção de leite


É crucial adotar um manejo adequado para aliviar a dor mamilar e garantir uma transferência eficaz do leite. 


Profissionais de saúde e mães devem compreender essa relação para garantir que a amamentação seja uma experiência positiva e que a produção de leite seja adequada para o bebê.


É essencial disseminar informações sobre a relação entre dor mamilar e produção de leite materno. Compartilhe este post para que mais mães tenham acesso ao apoio necessário durante sua jornada de amamentação. 




Comentarios


bottom of page