top of page
bg-home2_edited.jpg

Doação de leite materno: uma gota de esperança para milhares de bebês!

O leite materno desempenha um papel vital na saúde de todos os bebês, especialmente daqueles que estão internados e não podem ser amamentados por suas próprias mães. 


A cada ano, cerca de 150 mil litros de leite materno humano são coletados, processados e distribuídos para recém-nascidos de baixo peso em unidades neonatais em todo o Brasil.


Surpreendentemente, um único litro de leite materno doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia. Mesmo uma pequena quantidade, como 1 ml, pode ser suficiente para nutrir um bebê prematuro em cada refeição. 


A doação de leite materno é uma bênção para bebês que não têm acesso ao leite de suas mães. Ele não apenas promove o desenvolvimento saudável da criança, mas também aumenta suas chances de recuperação e protege contra infecções, diarréias e alergias.


No Brasil, a doação de leite materno é um ato de solidariedade que desempenha um papel crucial na garantia da saúde e do bem-estar dos recém-nascidos mais vulneráveis. 


Mas, você sabe como funciona o processo de doação, para onde vai e quem recebe esse valioso líquido doado para os bancos de leite?



Uma fonte de esperança


A doação de leite materno não é apenas um ato, mas uma fonte de esperança para os recém-nascidos prematuros ou com complicações de saúde. 


De acordo com a meta estabelecida para 2024, espera-se ampliar em mais 5% a oferta desse precioso líquido para os bebês internados em unidades neonatais pelo país. 


Por quê? Porque cada gota doada pode fazer toda a diferença na vida desses pequenos guerreiros, aumentando suas chances de recuperação e garantindo um desenvolvimento mais saudável ao longo de suas vidas.


Quem pode doar leite materno?


Toda mulher que amamenta pode ser uma doadora de leite humano, desde que esteja saudável e não tome medicamentos que interfiram na amamentação. 


Não há restrições quanto à idade ou ao estado civil da doadora. O importante é que ela esteja disposta a contribuir para ajudar bebês que precisam desse suporte vital.


Os bancos de leite humano têm entre seus objetivos a promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. Neste sentido, desenvolvem trabalho para auxiliar as mulheres-mães no período da amamentação, tendo profissionais qualificados para também orientar sobre a saúde da criança.

Qual a quantidade necessária?


Qualquer quantidade de leite doada pode ajudar, até mesmo 1ml a cada refeição, dependendo das condições clínicas e do peso do bebê. O importante é que a doação seja feita de maneira regular e consistente, para garantir um suprimento contínuo aos bancos de leite.



O destino do leite doado


Todo o leite materno doado passa por um rigoroso processo de análise, pasteurização e controle de qualidade antes de ser distribuído. Esse processo garante que cada gota esteja repleta de amor e nutrientes essenciais, pronta para oferecer o melhor suporte nutricional aos bebês prematuros e/ou debilitados.


O Brasil ostenta a maior e mais abrangente Rede de Bancos de Leite Humano (RBLH) do mundo, conforme reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Este feito coloca o país como um modelo de cooperação internacional em mais de 20 nações das Américas, Europa e África, solidificado por meio da Agência Brasileira de Cooperação (ABC).


Integrante fundamental da Política Nacional de Aleitamento Materno, a RBLH representa uma ação estratégica e abrangente. Além de realizar a coleta, processamento e distribuição de leite humano a bebês prematuros e de baixo peso, os Bancos de Leite Humano (BLHs) desempenham um papel crucial no fornecimento de orientação e apoio à amamentação. 


Atualmente, a Rede conta com mais de 225 Bancos de Leite Humano em todo o território nacional, alguns dos quais oferecem serviços de coleta domiciliar.


A doação de leite materno é um ato de amor e solidariedade que pode salvar vidas!


Ao contribuir com essa causa nobre, as mães doadoras não apenas oferecem suporte nutricional aos bebês mais vulneráveis, mas também proporcionam esperança e apoio às famílias que enfrentam momentos delicados. 


Portanto, se você é uma mãe que amamenta e está em condições de doar leite materno, considere essa oportunidade de fazer a diferença na vida de um bebê. 


Sua doação pode significar tudo para alguém que precisa desse apoio vital!



36 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page